multas-de-transito-podem-virar-advertenciasaiba-quando

Movimento nas rodovias de SP cai 46% após quarentena determinada pelo governo


Movimento nas rodovias de SP cai 46% após quarentena determinada pelo governo

De acordo com a Secretaria de Logística e Transportes, nos primeiros 4 dias úteis da quarentena, 3.409.319 veículos leves circularam pelas rodovias. Na semana anterior, número era quase o dobro: 6.326.640 carros e motos passaram pelas estradas.

 

O movimento de veículos leves nas rodovias do estado de São Paulo caiu quase pela metade após o início da quarentena determinada por decreto do governador de São Paulo, João Doria (PSDB), segundo dados da Secretaria Estadual de Logística e Transportes obtidos.

Em vigor desde o último dia 24, a medida obriga o fechamento do comércio e mantém apenas os serviços essenciais, como nas áreas de saúde e segurança, nos 645 municípios paulistas.

De acordo com os números da Secretaria de Logística e Transportes, entre os dias 24 e 27 de Março, primeiros quatro dias úteis com a quarentena em vigor, 3.409.319 veículos leves (automóveis e motocicletas) circularam pelas 9,8 mil quilômetros de rodovias pedagiadas, ou seja, a malha concedida à iniciativa privada.

O número representa uma queda de 46% na comparação com o mesmo período da semana anterior (17 a 20 de março), quando 6.326.640 carros e motos circularam por essas rodovias.

Quando comparada com o período de duas semanas antes, os primeiros quatro dias de quarentena registraram uma queda ainda maior, de 59%. Entre 10 e 13 de março, 8.282.104 veículos leves trafegaram pela malha pedagiada paulista.

A Organização Mundial de Saúde (OMS) declarou a pandemia de Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus (Sars-Cov-2), no último dia 11.

Naquela semana, escolas privadas de todo o estado iniciaram o processo de suspensão das aulas e governo do Estado de São Paulo anunciou as primeiras medidas de restrição à circulação de pessoas no Estado, como o fechamento museus, bibliotecas e centros culturais em todo o estado, regra que passou a valer no dia 17.

Os números relativos à circulação de caminhão ainda não foram consolidados pela Secretaria de Logística e Transportes.

Estradas do DER

Nas rodovias administradas pelo Departamento de Estradas de Rodagem (DER), a queda do movimento de veículos leves foi parecido com o verificada na malha pedagiada.

De acordo com os números da Secretaria de Logística e Transportes, entre a última terça-feira e sexta-feira, primeiros quatro dias úteis com a quarentena em vigor, 956.128 veículos leves circularam pelas 14,5 mil quilômetros de rodovias gerenciadas pelo órgão. Esse número representa uma queda de 43% na comparação com o mesmo período da semana anterior (17 a 20 de março), quando 1.675.370 carros e motos circularam por essas rodovias.

Quando comparada com o período de duas semanas antes, os primeiros quatro dias de quarentena registraram uma queda de 51% (mais do que a metade, portanto). Entre 10 e 13 de março, 1.938.151 veículos leves trafegaram pela malha do DER.

Fonte: G1

O artigo: Movimento nas rodovias de SP cai 46% após quarentena determinada pelo governo, também pode ser encontrado no portal: IN Trânsito.

Powered by WPeMatico