img-comunicado-20171

Comunicado DH-12, de 2-5-2017

img-comunicado-2017

Comunicado DH-12, de 2-5-2017

 

O Diretor de Habilitação do Detran-SP, Considerando as recomendações trazidas pela Resolução 1.636/2002 do Conselho Federal de Medicina e pela Resolução 016/2002 do Conselho Federal de Psicologia, no sentido de que os exames de aptidão física e mental e de avaliação psicológica para o trânsito devem ser distribuídos imparcialmente, através de divisão equitativa obrigatória, aleatória, sequencial e impessoal; e Considerando a Portaria Detran-SP 118/2017, que estabelece a obrigatoriedade da distribuição equitativa dos exames de aptidão física e mental e de avaliação psicológica para candidatos e condutores, no âmbito das Unidades de Atendimento do Detran-SP na Grande São Paulo e no Interior do estado.
Comunica que, a partir de 02-05-2017, entra em operação o sistema informatizado de divisão equitativa de exames de avaliação psicológica, desenvolvido por este Departamento Estadual de Trânsito – Detran-SP em conjunto com a Companhia de Processamento de Dados do Estado de São Paulo – PRODESP, nas Unidades de Atendimento do Detran-SP nos municípios de Altinópolis, Americana, Américo Brasiliense, Araraquara, Araras, Avaré, Barretos, Barrinha, Batatais, Bebedouro, Boa Esperança do Sul, Borborema, Botucatu, Bragança Paulista, Brodowski, Caieiras, Cajobi, Cajuru, Campinas, Caraguatatuba, Carapicuíba, Colina, Cotia, Cravinhos, Descalvado, Diadema, Franca, Guaíra, Guará, Guaratinguetá, Guariba, Guarujá, Guarulhos, Ibitinga, Igarapava, Indaiatuba, Ipuã, Itapetininga, Itapeva, Itápolis, Itaquaquecetuba, Itu, Ituverava, Jaboticabal, Jacareí, Jardinópolis, Jundiaí, Limeira, Mairiporã, Matão, Mauá, Miguelópolis, Mogi das Cruzes, Mogi Guaçu, Monte Alto, Monte Azul Paulista, Morro Agudo, Olímpia, Orlândia, Osasco, Patrocínio Paulista, Pedregulho, Pindamonhangaba, Piracicaba, Pirangi, Pirassununga, Pitangueiras, Porto Ferreira, Pradópolis, Praia Grande, Registro, Ribeirão Bonito, Ribeirão Preto, Rincão, Rio Claro, Sales de Oliveira, Santa Rita do Passa Quatro, Santa Rosa do Viterbo, Santo André, Santos, São Bernardo do Campo, São Carlos, São João da Boa Vista, São Joaquim da Barra, São José dos Campos, São Simão, Serrana, Sertãozinho, Sorocaba, Suzano, Tabatinga, Taboão da Serra, Taquaritinga, Tatuí, Taubaté, Viradouro.
O sistema está balizado pelas seguintes premissas e diretrizes:
1) Distribuição aleatória, sequencial e impessoal: por se tratar de uma perícia psicológica, condicionada a um resultado de aprovação ou reprovação, o exame tem como premissa básica a impessoalidade, não cabendo ao cidadão a opção de escolher com qual perito deseja realizar o seu exame.
2) No momento de confirmação do pré-cadastro do cidadão, durante o atendimento na Unidade do Detran-SP, para processos de Primeira Habilitação, Renovação de CNH (para condutores que exercem ou pretendem exercer atividade remunerada), Adição (para condutores que exercem ou pretendem exercer atividade remunerada) ou Mudança de Categoria (para condutores que exercem ou pretendem exercer atividade remunerada), o sistema designará, por seleção aleatória, sequencial e impessoal, e sem divulgação prévia ao cidadão, um psicólogo credenciado junto àquela Unidade do Detran-SP para o cidadão realizar seu exame de avaliação psicológica, a partir das informações cadastradas e confirmadas no seu formulário de pré-cadastro.
3) Através da seleção do sistema, e ainda durante o atendimento, o cidadão agendará obrigatoriamente a data e horário da sua avaliação psicológica, e sairá da unidade com um protocolo onde só então constará o nome do psicólogo, o local (endereço) onde o exame será realizado, a data e o horário do exame, dados de contato da clínica (telefone e/ou e-mail), além de orientações adicionais para o comparecimento ao local e para a realização do exame.
4) Somente o psicólogo designado pelo sistema de divisão equitativa conseguirá fazer o envio do exame do cidadão pelo sistema e-CNHsp, não adiantando ao cidadão tentar a realização e envio do exame com outro psicólogo.
5) Caso necessário, depois de agendado o exame, o cidadão poderá reagendá-lo, seja diretamente com o psicólogo ou atendentes do local da avaliação psicológica, ou por meio da Unidade do Detran-SP.
6) Em situações extremas de intercorrências, que impossibilitem a realização do exame do cidadão com o psicólogo designado pelo sistema, o cidadão poderá ter seu exame redirecionado para outro psicólogo, exclusivamente por decisão fundamentada da Unidade do Detran-SP através do sistema.
Este comunicado entra em vigor na data de sua publicação.
D.O. página 134

O artigo: Comunicado DH-12, de 2-5-2017, também pode ser encontrado no portal: IN Trânsito.

Powered by WPeMatico